Core Web Vitals: saiba como elevar o seu SEO a outro patamar

Neste post você aprenderá as métricas do Google, Core Web Vitals. Entender como funciona e praticar, lhe ajudará a trazer mais resultados para sua empresa.
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

O Google sempre faz atualizações de algoritmo nas plataformas sob a responsabilidade da empresa pensando na experiência dos usuários, e o Core Web Vitals é baseado em 3 pilares distintos e necessários.

Trata- se da estabilidade visual (CLS – Cumulative Layout Shift), métrica que está relacionada ao carregamento das páginas, baseado em cálculos que podem proporcionar uma boa experiência do usuário, ou prejudicar por causa da estabilidade visual.

Outra métrica empregada pelo Google no Core Web Vitals se dá pela interatividade (FID – First Input Delay), que abrange a navegabilidade pelos sites e a impressão dos usuários, conforme os cliques se alternam entre links disponíveis.

A terceira métrica está relacionada à velocidade de carregamento das páginas (LCP – Largest Contentful Paint), contando com a inclusão de textos, imagens e demais características gráficas de um site.

Essas atualizações visam a melhor experiência dos internautas, qualquer que seja o equipamento que está sendo utilizado, como computador, tablet, celular ou assistente virtual. Por isso, visa 4 pontos distintos:

  • Compatibilidade contínua;
  • Diminuição de pop-ups;
  • Mobilidade amigável;
  • Navegador seguro via HTTPS.

Os indicadores propostos pelo Google como forma de métrica devem ser levados em consideração por quem optou por criar um site institucional ou corporativo.

Eles ajudam na melhoria de posições nos resultados do site de busca, lembrando que há, ainda, a necessidade da prática de SEO (Search Engine Optimization), ou seja, a otimização dos motores de busca utilizando palavras-chave adequadas ao negócio comercial.

A classificação de um site passa por todo o algoritmo proposto pelo Google, e ainda pelos aprimoramentos incorporados de tempos em tempos, como é o caso do Core Web Vitals disponível a partir de Agosto de 2021.

A melhor solução para se destacar entre os milhões de resultados propostos, vale entender cada uma dessas métricas, aliadas à prática de SEO, para que toda e qualquer empresa esteja em nível elevado no mercado competitivo em que atua.

CLS propõe estabilidade visual em todas páginas

Todo carregamento de página se mostra uma montagem formada pelo cabeçalho, onde pode se fixar o logo da empresa, e seguir com uma barra física na horizontal ou nas laterais com links para áreas específicas, como:

  • Início;
  • Busca;
  • Depoimentos
  • Sobre a empresa.

Há muitas outras possibilidades de links que podem ser disponibilizados para o usuário. O que a métrica de CLS proposto pelo Core Web Vitals do Google se trata da observação de deslocamento de layout dentro da página.

A estabilidade visual deve ser eficiente, pois é possível trabalhar o Marketing de Conteúdo para a aplicação de SEO com palavras-chave e ir além, como inclusão de áudios, vídeos e imagens complementares.

Vale reforçar a importância do marketing de conteúdo como uma forma de atrair leads, como são denominados os potenciais clientes, com assuntos recorrentes e que estejam dentro de tópicos interessantes. 

A presença de um vídeo explicativo deve seguir o CLS em tamanho adequado, para que o deslocamento seja apropriado dentro das páginas em que se mostram presentes. 

O tamanho de deslocamento tem como medida que varia de 0 a 1, e quanto mais próximo ao zero, melhor a navegabilidade, tendo uma garantia de que é fluida e adequada.

Quando se observa um deslocamento muito grande, pode ser necessário identificar o quanto antes o que está causando isso. 

Pode ser que as imagens ou vídeos incluídos ao longo do texto estejam com as dimensões definidas de maneira errônea. Portanto, é preciso seguir uma lógica, até mesmo como forma de garantir autenticidade e facilidade de leitura.

Os sites que contam com anúncios carregados de maneira dinâmica podem dificultar a estabilidade visual. A solução mais adequada é propor dimensões em pixels fixos, para que os tamanhos sejam apropriados para carregamento em espaço específico disponível.

As fontes renderizadas também podem ser um problema quando se diferenciam do tamanho disponível na raiz do programa de desenvolvimento web. 

Tomando os devidos cuidados, é possível que a métrica de CLS do Core Web Vitals esteja de acordo com os algoritmos de identificação para classificação no resultado de pesquisa do Google.

A interatividade FID nas redes sociais

As empresas utilizam diversas ferramentas para atrair os leads, desde que devidamente apresentadas dentro de um planejamento estratégico de uma campanha publicitária.

As redes sociais são muito eficientes, quando devidamente utilizadas, ainda mais quando tratam o SEO como uma forma de identificação ou aproximação entre marca e consumidor, ou lançamento de produto e divulgação no mercado.

O uso de hashtag (#) no Twitter Ads, por exemplo, pode ser um reforço de SEO, e pode influenciar, ainda, no FID de uma página que apresenta os diversos canais que podem ser acessados pelos usuários. 

Dentro das páginas de empresas, organizações, instituições ou corporações, a interação dos leads se dá no clique sobre links que levam a uma nova área. 

Nesse caso, o Core Web Vitals analisa quanto tempo entre a solicitação, ou clique do usuário, e o resultado apresentado. 

Dentro das normas exigidas pela métrica do Google, o tempo ideal é de menos de 100 milissegundos, o que é muito rápido e eficiente. 

A ideia principal é evitar que o carregamento de arquivos e textos não exijam muito da paciência dos usuários. 

O algoritmo do Google pode determinar isso e, dessa forma, as empresas devem contratar servidores adequados para atender a demanda de leads, ou clientes fidelizados. 

Ao apresentar um link building em uma postagem nas redes sociais, o carregamento da página a seguir deve ser rápido, permitindo a permanência e o interesse do lead para que adentre à jornada de compra, caso seja esse o propósito do site. 

Há maneiras de melhoria do FID, como diminuição de tempo sobre a execução de scripts, dividindo aqueles que se apresentam pesados em tarefas específicas e em menor quantidade. 

A otimização da página é outra solução plausível, mas que deve ser aplicada por um desenvolvedor web que integra leitores de interação, ou interaction readness na linguagem de programação de computadores e softwares.

Conversão de leads muda conforme LCP de site

O carregamento de um site é a parte mais importante em relação ao Core Web Vitals proposto pelo Google e em atividade desde o ano de 2021.

A mensuração ocorre a partir do conteúdo visível apresentado ao usuário, com valor ideal a 2,5 segundos, ou menos.

Isso permite que todos os elementos gráficos, como fontes de texto, imagens, áudios e vídeos sejam apresentados de forma apropriada e em tempo suficiente para percepção do todo. 

As empresas que precisam trabalhar o Inbound Marketing, ou marketing de atração, podem implementar essa métrica a partir de outras métricas do Core Web Vitals, mas também com ferramentas de divulgação como e-mail e marketplaces. 

O uso dessa estratégia de atração de leads pode ser aplicada a partir de SEO em materiais promocionais. Eles podem ser distribuídos a partir de redes sociais, guest posts em blogs parceiros e outras ferramentas disponíveis e utilizáveis no marketing digital. 

A conversão de leads pode ocorrer de forma facilitada conforme o andamento do site, a navegabilidade intuitiva e o carregamento a cada mudança de página, como do produto para a indicação de endereço de entrega, e daí para a forma de pagamento, até a finalização.

Seguindo a LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados), as empresas podem otimizar a experiência com a apresentação desde a página inicial quanto à ativação de cache e concordância por parte do usuário.

A conexão com terceiros, como as redes sociais e o adiamento de CSS (Cascading Style Sheets), ou mesmo dos scripts propostos devem adiantar o carregamento da página de forma eficiente.

Conclusão

A aplicação e manutenção das métricas propostas pelo Google por meio do Core Web Vitals e a continuidade da prática de SEO garante melhor otimização dos sites disponibilizados aos usuários.

Os mecanismos de busca servem como base influente de uma campanha de Marketing, definindo preceitos básicos que ajudam a desenvolver um projeto comercial a caminho do sucesso.

Além disso, com mais fluidez nas páginas de um site, com preocupação real tanto para equipamentos mobiles quanto para computadores e notebooks, os usuários progridem de forma consciente na jornada de compra. 

O funil de vendas atende todas as etapas do marketing de atração, atraindo, convertendo, vendendo e encantando, tudo pela estrutura apresentada desde o primeiro acesso em uma página de e-commerce, uma loja virtual ou um marketplace disponível por aplicativos personalizados.

Por fim, vale reforçar a máxima de que profissionais atualizados e competentes ajudam as empresas a melhorarem a performance de um site de vendas online. 

Os indicadores do Core Web Vitals são apenas uma parte de um processo que demanda dedicação e muito trabalho para garantir a melhor experiência aos leads, transformando em consumidores que possam indicar e voltar sempre para chegar ao mais alto patamar de relacionamento.

Categoria

Categoria

Categoria

Categoria

Categoria

Categoria

Categoria

Categoria

Categoria

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Localize no blog

Notícias e atualizações BQHost

Atualize seu site facilmente, mesmo sem ter conhecimento;